Deus ainda fala por Eliane Malpighi

À medida que alcançamos conhecimento espiritual temos a tendência de pressupor que esse conhecimento é suficiente para nos fazer fortes – ou até mesmo imunes – às coisas que, no passado, nos faziam vulneráveis e desobedientes a princípios espirituais (o que nada tem a ver com religião, mas sim com aquilo que ofende a santidade de Deus). Oswald Chambers conseguiu definir bem essa realidade quando escreveu: Não tentemos pressupor de onde virá a tentação; o perigo está sempre nas coisas “menos prováveis”. (…) Uma força não vigiada é fraqueza dobrada, porque é aí que as “coisinhas insignificantes” solapam. E isso precisa nos levar a guardar no coração o alerta que Paulo fez aos coríntios, com quem nos assemelhamos pelo fato de sermos humanos e falíveis, e que não exclui absolutamente ninguém: “Aquele, pois, que pensa estar em pé, cuide para que não caia.” I Cor.10:12. E você, conhece suas fraquezas? Está atento para o que parece menos provável de levá-lo a tropeçar?

Beijos e bênçãos

Eliane Malpighi

Deixe sua marca aqui no OMUNDODALI.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s