EM LONGO MEMORIAL ESCRITO DOTTI SUSTENTA QUE EX-DEPUTADO CARLI FILHO ESTAVA NA PREFERENCIAL E PEDE ABSOLVIÇÃO SUMÁRIA DO RÉU!

Bom galere eu espero que isso não aconteça ! Recebi  o texto  e acho valido postar no blog, afinal acho que esse Carli Filho tinha que estar  presso, afinal de contas ele estava bebado  e drogado  e matou duas pessoas !

O querido renuncio pq ??  Só por que ele  e bonzinho , tá bom !!

O advogado  de defesa desse Ex- deputado teve ter  esquecido que seu cliente estava disputando um racha com outro bem nascido inconsequente e que além disso estava com sua habilitação vencida e com mais de 120 pontos, se  eu me lembro bem ele nem poderia estar dirigindo naquele momento e outra dirigir bebado e drogado um senhor DEPUTADO , olha como ele foi bonzinho ?

Sem mais palavras !!

Ligia Lagos

 

O novo advogado de defesa de Carli Filho, o criminalista René Ariel Dotti, entregou longo memorial para os Desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, onde sustenta que o ex-deputado Carli Filho estava na via preferencial e que portanto deve ser “absolvido sumariamente”. O defensor faz um emocionado apelo (fl.7) aos desembargadores:”…a tragédia alcançou também e definitivamente o réu e seus familiares. A renúncia ao mandato eletivo; a condenação pelo crime culposo de trânsito; a interdição para dirigir; o sofrimento de danos materiais ou morais; a indenização a ser paga pelos prejuízos causados e a sumária rejeição social não seriam punições suficientes para quem nunca quis e nem assumiu o risco de causar as mortes das vítimas…”. Estas serão as bases das argumentações da defesa de Carli Filho no julgamento que acontecerá nesta quinta-feira, 13h00, na Primeira Câmara Criminal do TJPR. O advogado da acusação, criminalista Elias Mattar Assad, ao tomar conhecimento do memorial defensivo, declarou que “não há prefencial para quem anda a 167 km/h em via urbana. Assim fosse a colisão seria na lateral e não pela traseira. O ponto de impacto não foi no cruzamento e sim ao longo da quadra seguinte. O sinaleiro estava com alertas amarelos acionados e nesta hipótese não há preferencial e sim dever de cuidado de todos. Fosse como diz a defesa não teria ele renunciado ao mandato pois provaria ter sido vítima da situação e se manteria como deputado. Para quem colecionou cento e trinta pontos na CNH fica difícil sustentar tais teses”. Arrematou Assad observando ainda que o acusado não indenizou ninguém e seus familiares sequer compareceram ao enterro das vítimas. Como resultado deste recurso da defesa o acusado pode ser I- absolvido sumariamente, ou; II- ver desclassificada a acusação para homic ídio culposo (com penas alternativas), ou; III- ser desclassificado para homicídio simples com julgamento pelo Tribunal do Júri, ou; IV- ser mantida integralmente a sentença de pronúncia com julgamento pelo júri com acusação de duplo homicídio doloso eventual na forma qualificada, com julgamento pelo júri. O julgamento será um dos mais movimentados da história do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e a seção será pública pois o processo não corre em segredo de justiça.

Nayara Giazzon
Assessora de Imprensa

Anúncios

Uma opinião sobre “EM LONGO MEMORIAL ESCRITO DOTTI SUSTENTA QUE EX-DEPUTADO CARLI FILHO ESTAVA NA PREFERENCIAL E PEDE ABSOLVIÇÃO SUMÁRIA DO RÉU!

Deixe sua marca aqui no OMUNDODALI.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s